Enquetes

Na sua opinião, qual a chance do Brasil levar o terceiro lugar nesta Copa do Mundo?





Ver Resultados

Loading ... Loading ...

86 mil aposentados na PB continuam trabalhando

aposentadosO número dos que trocam a previdência pela proatividade é cada vez maior. Especialistas afirmam que mais de 500 mil aposentados no Brasil continuam trabalhando e garantem que a desaposentação pode ser vantajosa.

Só na Paraíba, de 401 mil aposentados, 21,45% (86 mil) continuam economicamente ativos. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), levantado no ano de 2011.

De acordo com o mestre em Direito Previdenciário pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), Theodoro Agostinho, há diversas razões para tantas pessoas já aposentadas decidirem continuar na ativa, e o principal motivo é a complementação na renda. “A maioria das pessoas resolvem se aposentar e continuar trabalhando para ter um complemento salarial. Por exemplo, recebo R$ 4 mil no meu emprego, me aposento com R$ 3 mil e terei uma renda de R$ 7 mil por mês. O número aumenta a cada ano, talvez pelo alto custo de se viver no Brasil na atualidade”, explicou.

Mas nem todos os aposentados ativos ponderam apenas as motivações financeiras. Em muitos dos casos, o amor pela profissão também pesa muito na decisão de continuar trabalhando. Exemplo disso é a história da auxiliar de enfermagem do trabalho, Tereza Maria Gonçalves. Aos 60 anos e aposentada desde 1997, ela optou por manter a vida profissional. “Amo meu trabalho, meu colegas, o ambiente, tudo! Se eu parar de trabalhar, acho que eu morro”, declara.

Há mais de 35 anos, Tereza Maria é funcionária da empresa Açúcar Alegre e foi a primeira mulher a trabalhar na usina. Apesar de ter começado a trabalhar muito nova, ainda aos 15 anos, a auxiliar de enfermagem não sente o cansaço dos anos doados à profissão e ainda trabalha 10 horas por dia atualmente. “Aqui me sinto em casa. Não quero parar nem tão cedo, sei que me sinto disposta para contribuir com meu trabalho durante muito tempo”, garante.

Agora, imagine trabalhar durante 36 anos e depois de alcançar a desejada aposentadoria, decidir se candidatar a um concurso público? É dessa forma curiosa que se desenha a história do geólogo e arquiteto Heronides Dias de Barros, de 77 anos. Depois de uma vida devotada à geologia, seja em campo ou na vida acadêmica, Heronides se aposentou, concluiu o curso de arquitetura na Universidade Federal da Paraíba e prestou concurso para o Banco do Nordeste. Foi aprovado e hoje trabalha seis horas por dia como bancário na superintendência do banco, situado em João Pessoa.

“Aposentei-me aos 58 anos e naquela época, pensei em parar mesmo para ter tempo de estudar, escrever e descansar. Mas aí foram aparecendo oportunidades para fazer alguns trabalhos como profissional liberal e eu não resisti. Depois de 15 anos de aposentado, abriram concurso para o Banco do Nordeste e eu pensei: ‘vou testar meus conhecimentos’. Fiz e acabei passando”, conta.

Heronides se animou tanto com a idéia de voltar a trabalhar de fato, que nem hesitou quando foi chamado para trabalhar na cidade de Sousa, sertão do Estado. Lá, ele passou dois meses, até ser transferido para a superintendência do Banco do Nordeste, na Capital. “Dei um chance ao destino e decidi ver se me identificava com o novo trabalho. Gostei muito, fui em frente e continuo até hoje”, disse.

O geólogo, que acorda diariamente às 5h da manhã para fazer ginástica, afirma que faz planos de parar daqui a três anos, mas ainda pensa em continuar lecionando. “Devo deixar o banco daqui a alguns anos, mas quem sabe volto a trabalhar como professor?”, afirmou.

 Fonte: PortalCorreio

Print Friendly
Compartilhe com seus amigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


− um = 5

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>



Valide aqui sua certidão
de regularidade

Validar

Publicidade