• João Pessoa

    (83) 2107-0406

  • Campina Grande

    (83) 3321-6969

  • Patos

    (83) 3421-2924

  • Cajazeiras

    (83) 3531-2329

Na contramão da crise, setor imobiliário cresce na Paraíba

O mercado imobiliário foi o primeiro a ser afetado pela crise. Com o emprego caindo, menos pessoas podiam comprar imóveis e os negócios foram diminuindo. A indústria sentiu.

 

Em 2016 a redução dos financiamentos imobiliários foi de cerca de 33%. Em João Pessoa, este ano, a expectativa é que esse número seja revertido. Conforme previsão do Conselho Regional dos Corretores de Imóveis (Creci-PB), o crescimento deve ser de 35%. “Essa é a nossa perspectiva, que no segundo semestre nós vamos ter uma retomada significativa de crescimento no segmento da construção civil”, aposta o diretor secretário do Órgão, Edson Medeiros.

 

Na contramão da crise no país, o setor imobiliário da Paraíba apresenta ritmo considerável de crescimento. Em João Pessoa, a expansão acontece, principalmente na Zona Sul. Segundo ele, houve um favorecimento para a classe compradora, como um todo e o consumidor está comprando com mais segurança.

 

As dificuldades dos últimos anos contribuíram para uma mudança no perfil do mercado. Querendo vender, as empresas se esforçaram mais e os imóveis melhoraram. Todas as medidas foram adotadas para atender aos clientes. O Creci-PB acredita que essa mudança é permanente.

 

“No segundo semestre de 2016, somente 2,4% dos imóveis colocados à venda eram vendidos”, explicou João Barbosa de Lucena, presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil de João Pessoa (Sinduscon-JP).

 

Realização do sonho da casa própria

 

Com essa mudança no cenário, o sonho da casa própria chegou para o funcionário público Carlos Rocha. Em um momento difícil do mercado ele conseguiu uma ótima oportunidade para comprar um apartamento e sair da casa dos pais.

 

“Eu quis aproveitar a oportunidade e fazer um investimento, pois um imóvel é um verdadeiro investimento”, disse.

 

A recuperação econômica e o crescimento do emprego estão trazendo de volta os clientes. A previsão é que mais e mais pessoas possam, como Carlos, realizar o sonho da casa própria.

Confira o vídeo da matéria aqui :

Com Portal Tambaú 247 


Voltar